"Igreja" não segura casamento de ninguém!

"O hoje sempre irá influenciar
o amanhã"
Na obra intitulada "A trilha menos percorrida", o psiquiatra M. Scott Peck escreve: "Viver é difícil".Para Scott a maioria das pessoas não enxerga esta verdade: "Viver é difícil!"
Ele afirma ainda que o ser humano tem uma enorme tendência à lamúrias e murmurações.
Uma família feliz e equilibrada não é construída da noite para o dia. Nem tão pouco uma família esfacelada e infeliz.
Tudo o que nossa família é hoje, foi gerado e nutrido no tempo em que vivemos juntos, dia a dia, passo a passo, pedaço a pedaço.
Viver é difícil! 
Existe um preço a ser pago por cada membro da família.Não existem soluções relâmpago para melhorar nossa convivência e ambiência familiares.
Uma família feliz é construída pedacinho por pedacinho.Quando minha primeira esposa ficou cega há quase trinta anos, tudo que tínhamos se perdeu. Nossos sonhos se foram, nossa esperança e até a vontade de viver se foram também.
Descobrimos que viver é difícil!
Acontece, que o nosso comprometimento em vencer aquela situação e sair daquele poço foram maiores do que o desânimo e a tristeza que por hora invadira nosso coração e adoecera nossa alma.
Analisamos a situação, pedimos ajuda ao Senhor Deus, juntamos os "caquinhos" que sobraram de nossa existência e seguimos em frente. Os meses seguintes à perda da visão da minha mulher foram os piores de nossa vida. Passamos fome! Fomos morar nos fundos de um ferro velho. Sofremos o abandono por parte de parentes e amigos. Fraquejamos muitas vezes.
Somente duas coisas foram capazes de nos manter de pé; nosso comprometimento em continuar nossa família e o temor a Deus, mas, temor e religião somente não resolveriam nossa crise existencial. 
É preciso querer! 
Primeiro é preciso estar disposto a pagar o preço de construir uma família feliz e equilibrada dia a dia. Depois temos que temer a Deus e fazer o que é certo."Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento"Provérbios 3
Aos quarenta e oito anos de idade ela faleceu. Novamente pude constatar que Viver é Difícil!
Minha vida deu uma reviravolta muito grande e perdi tudo novamente.
Entretanto, aprendi a lição da primeira fase e pude aplicá-la à segunda.
Casei-me novamente e estou vivendo das lições passadas e das novas também.
Reconstruir a vida ao lado de uma nova esposa tem sido uma experiência extraordinária! Sandra, minha atual esposa, não só me tirou da viuvez, mas sim, me tirou da solidão e da amargura da aparente derrota.
Sempre há uma saída, seja qual for o problema que tenhamos dentro de nós ou no convívio da família.
Creia em Deus e faça o que tem que ser feito!
Pense nisso - seja feliz!
Lembre-se: Família. Você precisa cuidar da sua!
Rogério Bitencourt

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMPRE AQUI O LIVRO O Próximo Passo.

A vida Secreta da Hortência