Não deixarei a Igreja ficar entre ela e eu!

O que mantém meu casamento de pé?
Nesta semana quero falar com meus colegas pastores sobre casamento.
Não é segredo pra ninguém, que muitos casamentos de ministros do evangelho estão desmoronando, e a passos largos, a ponto de parecer normal e admissível ver um pastor separando-se de sua esposa.
Fico muito frustrado, embora não seja mais menino, sim, fico frustrado e triste por ver que a maioria dos divórcios poderia e deveria ser evitado se houvesse ajuda externa e mentoriamento.
O poder e a força do ministério pastoral parecem seduzir-nos e embriagar-nos a ponto de nos esquecermos de Deus, o Senhor do nosso chamado.
Pregamos para muitos, ministramos a vida de muitos e quase nunca recebemos de volta da parte de gente maior e mais preparada do que nós o combustível para permanecermos de pé.
Meu casamento completa este ano bodas de prata.
Não sou perfeito nem tão pouco Léa minha esposa o é!
Somente nós dois mesmo para suportarmos um ao outro.
Entretanto, o que mantém nosso casamento de pé é em primeiro lugar o amor, depois a amizade, a cumplicidade, o respeito, o desejo sexual mútuo, as piadas que fazemos um do outro, a paciência que temos para aturarmos nossas chatices, nossas diferenças e nossa disposição de não deixarmos que a igreja ou qualquer coisa em nome de Deus fiquem entre nós dois!
Que teu casamento seja uma bênção em nome de Jesus.
Pense nisso - seja feliz!

Postagens mais visitadas deste blog

Casais evangélicos traem mais que os do mundo!

O FIM DO CASAMENTO HÉTERO.

A vida de extravagâncias da irmã Dulce