Pular para o conteúdo principal

Não deixarei a Igreja ficar entre ela e eu!

O que mantém meu casamento de pé?
Nesta semana quero falar com meus colegas pastores sobre casamento.
Não é segredo pra ninguém, que muitos casamentos de ministros do evangelho estão desmoronando, e a passos largos, a ponto de parecer normal e admissível ver um pastor separando-se de sua esposa.
Fico muito frustrado, embora não seja mais menino, sim, fico frustrado e triste por ver que a maioria dos divórcios poderia e deveria ser evitado se houvesse ajuda externa e mentoriamento.
O poder e a força do ministério pastoral parecem seduzir-nos e embriagar-nos a ponto de nos esquecermos de Deus, o Senhor do nosso chamado.
Pregamos para muitos, ministramos a vida de muitos e quase nunca recebemos de volta da parte de gente maior e mais preparada do que nós o combustível para permanecermos de pé.
Meu casamento completa este ano bodas de prata.
Não sou perfeito nem tão pouco Léa minha esposa o é!
Somente nós dois mesmo para suportarmos um ao outro.
Entretanto, o que mantém nosso casamento de pé é em primeiro lugar o amor, depois a amizade, a cumplicidade, o respeito, o desejo sexual mútuo, as piadas que fazemos um do outro, a paciência que temos para aturarmos nossas chatices, nossas diferenças e nossa disposição de não deixarmos que a igreja ou qualquer coisa em nome de Deus fiquem entre nós dois!
Que teu casamento seja uma bênção em nome de Jesus.
Pense nisso - seja feliz!

Postagens mais visitadas deste blog

Casais evangélicos traem mais que os do mundo!

Diante das mais recentes pesquisas científicas realizadas no meio evangélico, surge o alerta para começarmos a tratar os casamentos de uma forma mais cuidadosa e responsável. A infidelidade matrimonial entre evangélicos é maior que as dos não evangélicos! Segundo o BEPEC – Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã - em parceria tecnológicacom aAKNA(www.akna.com.br,) fornecedora de uma das melhores plataformas de pesquisa online do mundo, 11,26% das mulheres evangélicas pesquisadas já traíram seus cônjuges. Na faixa dos homens, 24,68% traíram suas esposas. O Ministério da Saúde apresentou em 2009 a maior pesquisa já realizada sobre comportamento sexual do brasileiro. 8mil entrevistas com homens e mulheres entre 15 e 64 anos foram feitas e a pesquisa apurou que 21% dos homens em relações estáveis vivendo com conjugue mantém relações sexuais esporádicas ou contínuas com outros parceiros. 11% das mulheres, na mesma situação! Precisamos acordar para essa realidade infeliz e dar um &…

COMPRE AQUI O LIVRO O Próximo Passo.

O que você faria se sua esposa ao oitavo mês de gravidez perdesse a visão, ficasse entre a vida e a morte, e como consequência dessa tragédia vocês perdessem tudo e fossem morar nos fundos de um depósito de lixo sem ter ninguém pra lhe estender a mão?
E se depois de passarem por tudo isso uma nova enfermidade aparecesse e levasse aquela que já estava cega havia vinte e oito anos?
Rogério Bitencourt passou por tudo isso e conseguiu vencer e reconstruir sua vida. Veja como a arte da resiliência pode fazer a grande diferença em sua vida. Uma grande história que vai emocionar a cada leitor e trazer grandes ensinamentos  sobre a vida, sobre a morte, sobre Deus e sobre as frustrações vividas por todos os mortais.
Aproveite ao máximo essa obra e prepare-se para se emocionar e rever todos os seus conceitos sobre a vida. A sua vida...

Faça com o Coração e o Mundo se Renderá!