Acidente fere os dedos de Deus!


Raios atingem Cristo Redentor (Foto: Reprodução/GloboNews)


Esta semana vimos o acidente ocorrido com Cristo no Rio de Janeiro. Todos comentaram a quebra de dois dedos de "Jesus" que foi vítima de um raio. Na tarde/noite do acidente o Rio foi atingido por mais de quarenta e um mil raios.
Esse evento da quebra dos dedos da estátua mais famosa do mundo aguçou muitas discussões sobre o tema.
Separei também um tempo para meditar sobre o caso e refleti sobre a fragilidade de algumas crenças.
Todos nós temos crenças! Somos formados por sistemas de crenças que nos são implantadas por pais, avós, parentes, professores, padres, pastores e líderes que nos transmitem sua fé ou crença.
A fé que um tem pode ser contrária a do outro. Porém, fé que não é a minha deve ser respeitada!
A minha verdade é verdade minha! É minha responsabilidade também tê-la como verdade e viver por ela.
Muitos textos e frases foram publicados com muitos deboches acerca do Cristo atingido pelo raio de Deus.
Minha fé me faz crer que aquela imagem não é Deus e nunca será. Porém, essa é uma crença minha! Não posso impô-la aos outros! Assim como para mim o adorar imagem é uma contradição, minhas crenças para meus irmãos que não compactuam da mesma crença que eu também são contradições para eles.
É preciso civilidade no trato com quem é diferente de mim.
Tenho muitas perguntas sobre minha própria fé que nem mesmo eu sei responder (dispenso os teólogos de plantão com seus comentários carregados de retórica e sem fundamento coerente e que beira o coronelismo evangélico)!
Quero respeitar os católicos e me solidarizar com eles em suas questões e demandas.
Tenho a Verdade que é Cristo ressuscitado . Porém é a minha verdade! Nem mesmo Jesus impôs-se aos outros pela força ou arrogância. Sua estratégia era a mansidão e humildade. Só isso. Jesus não estava preocupado em provar que estava certo. Até morreu por estar "errado"! Ressuscitou por estar certo!
Que este mesmo poder da ressurreição seja derramado sobre todos para que aqueles que estão nas trincheiras da apologia de um Deus que não chamou apologetas, e que nunca precisou de defesa pra nada. Ele é Deus!
"Sereis conhecidos pelo amor..." Jo 13:35
"É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã"

Postagens mais visitadas deste blog

Casais evangélicos traem mais que os do mundo!

O FIM DO CASAMENTO HÉTERO.

A vida de extravagâncias da irmã Dulce