Não ponha seu cônjuge pra fazer amor com um anjo!

A infelicidade tem tomado conta de muitos casais evangélicos! Toda hora sou acionado por alguém nas redes sociais em busca de ajuda.
Insatisfação, infidelidade, taras, medos, carências, frustrações estão ficando comuns no meo evangélico no que diz respeito ao casamento e família.
O que está acontecendo?
A família está acabando?
Deus desistiu da família?
Infelizmente, o que vejo é uma grande parte das instituições evangélicas buscando avidamente as coisas "espirituais" em detrimento das coisas que dizem respeito ao aqui e agora! Família é feita de gente! Sexo se faz com gente! Amor se tem por Deus, mas também e não menos importante, por gente!
Estamos transformando a família em zumbis que buscam Deus, mas que não vivem relacionamentos saudáveis.
Montes, vigílias, jejuns, sacrifícios, orações em todo o tempo, participação de cultos todos os dias são a receita para um problema que não se resolve somente com isso!
Precisamos acrescentar a todos os "exercícios" acima uma boa dose de HUMANIDADE!
Nosso cônjuge quer ser reconhecido, amado, beijado, beliscado, mordido e acariciado!
Nossos filhos querem nosso amor, tempo, carinho e atenção!
É isso que Deus espera de nós. É isso que nossa família espera também.
Avivamento tem que trazer vida! Vida aqui e agora. Vida no por vir também...
PRECISAMOS REAPRENDER A VIVER EM FAMÍLIA!
Lembre-se: Família. Você precisa cuidar da sua!
Rogério Bitencourt
Pastor do lado de cá.
Igreja Batista Betesda.

Postagens mais visitadas deste blog

Casais evangélicos traem mais que os do mundo!

O FIM DO CASAMENTO HÉTERO.

A vida de extravagâncias da irmã Dulce