Pular para o conteúdo principal

O evangélico e o burguês do tráfico.






Tive o privilégio de assistir com minha esposa ao espetáculo "Olheiros do Tráfico" no teatro Sesc Casa da Gávea (RJ).
Interpretados pelos atores Bruno Suzano e Sandro Barçal e sob a direção de Moisés Bittencourt, os personagens Tavim e Crika nos remetem a dura realidade dos soldados do crime.
Parceiros no "ofício", os dois personagens são crias de uma realidade bem diferente um do outro.
Tavim, filho do morro e com um comportamento de pouca educação, age pelo instinto e sempre que se vê acuado, tende ao apelo à violência e intimidação. Para não deixar mentir as estatísticas, ele carrega princípios cristãos que o quebrantam e servem de escudo da alma quando se encontra em iminente perigo. Quando a "chapa esquenta" ele se lembra de Deus, lê um salmo e canta hinos na tentativa de buscar fuga no Criador. Ele é nervos a flor da pele e lidera a relação entre os dois. É grosseiro, obtuso, desmedido, inconsequente e apaixonadamente simples! Simplório ao extremo, como é próprio dos "peões" no tabuleiro do jogo da vida.
Por outro lado, Crika é astuto, instruído e filho da Zona Sul. Ele nasceu em berço esplêndido e não se pode justificar da sua vida no tráfico. Ele está lá por querer experimentar algo que nem ele mesmo sabe o que é. Ele se auto-destrói para punir os pais e extravasar seu ódio pela mãe.
Crika passa o tempo todo numa relação conflituosa com Tavim, porém, por pura conveniência se submete a liderança do amigo e colega de "boca".
Não vou aprofundar mais na descrição dos personagens para não estragar sua ida ao teatro.
Se você puder, programe-se e vá ao teatro assistir "Olheiros do Tráfico. Sua visão sobre a vida e sobre os soldados do crime certamente irá mudar.
Parabéns aos meninos Bruno e Sandro.
Parabéns ao meu xará Bittencourt.
Viva o teatro.
Rogério Bitencourt
Pastor do lado de cá.
manancialdepaz@gmail.com
TT @maisedupara

Postagens mais visitadas deste blog

Casais evangélicos traem mais que os do mundo!

Diante das mais recentes pesquisas científicas realizadas no meio evangélico, surge o alerta para começarmos a tratar os casamentos de uma forma mais cuidadosa e responsável. A infidelidade matrimonial entre evangélicos é maior que as dos não evangélicos! Segundo o BEPEC – Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã - em parceria tecnológicacom aAKNA(www.akna.com.br,) fornecedora de uma das melhores plataformas de pesquisa online do mundo, 11,26% das mulheres evangélicas pesquisadas já traíram seus cônjuges. Na faixa dos homens, 24,68% traíram suas esposas. O Ministério da Saúde apresentou em 2009 a maior pesquisa já realizada sobre comportamento sexual do brasileiro. 8mil entrevistas com homens e mulheres entre 15 e 64 anos foram feitas e a pesquisa apurou que 21% dos homens em relações estáveis vivendo com conjugue mantém relações sexuais esporádicas ou contínuas com outros parceiros. 11% das mulheres, na mesma situação! Precisamos acordar para essa realidade infeliz e dar um &…

COMPRE AQUI O LIVRO O Próximo Passo.

O que você faria se sua esposa ao oitavo mês de gravidez perdesse a visão, ficasse entre a vida e a morte, e como consequência dessa tragédia vocês perdessem tudo e fossem morar nos fundos de um depósito de lixo sem ter ninguém pra lhe estender a mão?
E se depois de passarem por tudo isso uma nova enfermidade aparecesse e levasse aquela que já estava cega havia vinte e oito anos?
Rogério Bitencourt passou por tudo isso e conseguiu vencer e reconstruir sua vida. Veja como a arte da resiliência pode fazer a grande diferença em sua vida. Uma grande história que vai emocionar a cada leitor e trazer grandes ensinamentos  sobre a vida, sobre a morte, sobre Deus e sobre as frustrações vividas por todos os mortais.
Aproveite ao máximo essa obra e prepare-se para se emocionar e rever todos os seus conceitos sobre a vida. A sua vida...

Faça com o Coração e o Mundo se Renderá!