Se não fizer isso Você morre!

Apesar do título ser forte demais, é exatamente isso que acontece quando a gente deixa as circunstâncias dominarem a sua vida e definir seus resultados.
Todos nós somos altamente sugestionados pelos nossos sentidos em todo o tempo.
A própria Bíblia nos mostra textos em que Deus apela para que seus servos atentem para os sentidos.
Um desses grandes diálogos se dá com Abrão.
Abrão estava extremamente desanimado com a esposa, com ele mesmo, com a vida e até com Deus. Era um homem rico, mas triste e beirando uma depressão.
As expectativas de Abrão eram dissonantes quanto ao tempo e propósito de Deus.
Abrão queria um filho, e queria logo!
Se olharmos as circunstâncias, veremos que ele tinha razão! Beirando aos cem anos, velho, com uma esposa estéril e sem esperança nenhuma ele vê seus dias passando e chegando o seu fim e seu sonho não se realizando. Qualquer humano normal sentiria as mesmas coisas!
Porém, em dado momento, estando Abrão em sua tenda, longe de tudo e de todos em seus pensamentos, contando os dias para ver chegar seu fim, Deus o chama e lhe manda sair da tenda.
Ao sair, Deus convida Abrão para que olhe o céu. Certamente Abrão no topo de seu desânimo está exatamente como todos neste momento: olhando para baixo, sem forças, não querendo ver ninguém.
A região geográfica em que se deu este encontro com Deus era extraordinária. O momento também era ímpar. Estavam voltando de uma guerra. Abrão havia vencido a guerra e seus companheiros estavam muito animados com tudo aquilo. Abrão não estava. Ele tinha praticamente tudo, mas algo lhe tirava a paz e o contentamento. Faltava-lhe um filho com sua esposa!
Se observarmos com atenção o texto anterior, veremos que uma manifestação teofânica tinha visitado a Abrão havia pouco tempo. Melquisedeque, rei de Salém era a "visita" encarnada de Deus a Abrão!
Mesmo com tudo isso Abrão não era feliz!
Não existe felicidade sem esperança. É impossível ser feliz quando não temos esperança ou expectativas de novas conquistas.
Deus convida ao seu filho Abrão e coloca o céu como cenário e as estrelas como personagens de uma grande nação que seria oriunda de Abrão.
Posso imaginar A cena. Que linda! Um homem quase centenário deitado, triste, e embora rodeado de gente, mesmo assim se sentindo só, sem motivos para pensar no amanhã, sem esperança e com o choro adormecido dentro em sí, querendo que tudo terminasse logo, sendo julgado por alguns por ser "ingrato", afinal, como poderia um homem rico como ele ficar daquele jeito? Mas Abrão estava lá! Prostrado e só. Foi  então que ele ouviu a voz de Deus. Deus o estava chamando. Ele se levanta, sai da tenda e Deus começa a conversar com ele. Então Deus ordena que ele levante a cabeça. "Olha as estrelas"...
O texto posterior diz que Abrão creu! Foi curado! Estava liberto da desesperança.
Não houve necessidade de mudar de lugar, de tenda, de esposa, de condição social ou geografia. A mudança precisava ocorrer de dentro para fora. Só isso! Foram apenas poucas palavras de amor. Nada além disso.
Que a esperança nos alcance dia após dia e seja a chama pequena mantida acesa dentro em nós.
A chama da esperança faz com que tenhamos ânimo e força para continuar, mesmo quando tudo parece estar dando errado e até parecer ser o fim. O fim pode ser um recomeço.
Pense nisso.
Seja feliz e lembre-se: Família. Você precisa cuidar da sua!
Rogério Bitencourt
Acesse nossas redes sociais clicando AQUI!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COMPRE AQUI O LIVRO O Próximo Passo.

A vida Secreta da Hortência